PressReleases

|
7 de março de 2016

Klabin produz primeiro fardo de celulose em sua nova fábrica no Paraná

A companhia produziu o primeiro fardo de celulose da Unidade Puma na última sexta-feira, 4 de março, já com a certificação FSC® - Forest Stewardship Council® (FSC-C129105) na modalidade cadeia de custódia.

Ortigueira, 7 de março de 2016 – A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, líder na produção de papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado e sacos industriais, anuncia o início das operações da sua nova fábrica de celulose, localizada no município de Ortigueira, no Paraná. A companhia produziu o primeiro fardo de celulose da Unidade Puma na última sexta-feira, 4 de março, já com a certificação FSC® – Forest Stewardship Council® (FSC-C129105) na modalidade cadeia de custódia.

As obras da nova Unidade foram executadas em 24 meses, dentro do orçamento previsto. O investimento total no projeto foi de R$ 8,5 bilhões, incluindo infraestrutura, impostos e correções contratuais.

“A Klabin mais uma vez demonstra sua capacidade de sonhar e realizar ao cumprir a entrega de uma obra que representa o maior investimento em seus quase 117 anos de história. O começo das operações da Unidade Puma é mais um grande marco do ciclo de 10 anos de crescimento, iniciado em 2011, que temos planejado para a companhia”, destaca o diretor-geral da Klabin, Fabio Schvartsman.

“Foi um grande desafio transformar em realidade um projeto de tamanha complexidade. Executamos as obras com eficiência, segurança e agilidade, ao mesmo tempo em que investimos em treinamentos e capacitações para a população local, obras de infraestrutura e ações sociais, contribuindo para o desenvolvimento da região”, ressalta o diretor de Projetos e Tecnologia Industrial, Francisco Razzolini.

A Unidade Puma deve gerar cerca de 1,4 mil empregos diretos e indiretos, considerando as atividades industriais e florestais. Sua capacidade de produção será de 1,5 milhão de toneladas de celulose, dos quais 1,1 milhão de toneladas de celulose branqueada de fibra curta (eucalipto) e 400 mil toneladas de celulose branqueada de fibra longa (pínus), parte convertida em celulose fluff, sendo a única unidade industrial do mundo projetada para a produção das três fibras. Mais de 90% da produção total de celulose da nova fábrica já está vendida.

A celulose de fibra curta da Klabin leva a marca LyptusCel e a celulose de fibra longa foi batizada de PineCel. Denominada PineFluff, a celulose fluff da Klabin irá atender o mercado nacional que hoje importa essa matéria-prima utilizada na fabricação de fraldas, absorventes, entre outros produtos.

A nova fábrica também terá duas das maiores turbinas para geração de energia elétrica já fabricadas no mundo para a indústria de papel e celulose. A Unidade terá capacidade de produzir 270 MW, sendo 150 MW excedentes (o suficiente para abastecer uma cidade de 500 mil habitantes), elevando a Klabin à condição de autossuficiência em geração de energia elétrica. O raio médio entre a operação florestal e a nova fábrica é de 72 km, o que garante a competitividade e o baixo custo do transporte de madeira.

Sobre a Klabin

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, é líder na produção de papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado, sacos industriais e madeira em toras. Fundada em 1899, possui 15 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Está organizada em quatro unidades de negócios: Florestal, Celulose, Papéis (papel cartão, papel kraft e reciclados)  e Embalagens (papelão ondulado e sacos industriais).

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. A Klabin integra, desde 2014, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

Saiba mais em www.klabin.com.br

Assessoria de Imprensa – Klabin

In Press Porter Novelli

Vera Aranha – (11) 3046-7714 – vera.aranha@inpresspni.com.br

Renata Victal – (11) 3323-3787 – renata.victal@inpresspni.com.br

Giovana Savine – (11) 3323-1629 –  giovana.savine@inpresspni.com.br

Assessoria de Imprensa

Contato da Imprensa Klabin S.A.

Juliana Onofri | +55 (11) 4871-1466 - juliana.onofri@inpresspni.com.br
Alessandro Abate | +55 (11) 3323-3829 - alessandro.abate@inpresspni.com.br
Alcione Cavalcante | +55 (11) 4871-1473 - alcione.cavalcante@inpresspni.com.br
Giovana Battiferro | +55 (11) 3330-3806 - giovana.battiferro@inpresspni.com.br

Facebook

Conhece o Prêmio Jabuti? É um dos maiores reconhecimentos literários do país, criado pela CBL - Câmara Brasileira Do Livro há 60 anos. O escritor Marcus Nakagawa lançou o livro “101 dias com ações mais sustentáveis para mudar o mundo” com o nosso apoio e é um dos finalistas da Categoria Economia Criativa. Os vencedores de todas as áreas serão anunciados no dia 28 de novembro, no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo.
Estamos muito orgulhosos, na torcida pelo autor e, claro, muitos felizes pela oportunidade de valorizar a escrita e a leitura no Brasil! 📖💚

#PraCegoVer imagem do livro "101 dias com ações mais sustentáveis para mudar o mundo". Acima está a frase: "Finalista do Prêmio Jabuti na categoria Economia Criativa".
... Ver MaisVer mais

19 horas atrás  ·  

Visualizar no Facebook

Youtube