PressReleases

Social e Cultura
|
14 de março de 2018

Klabin expande Programa de Apicultura e Meliponicultura para São Paulo e Santa Catarina

Bem-sucedido no Paraná, com a ampliação o programa tem potencial de aumentar 8% a produção de mel em 2018

Paraná, 14 de março de 2018 – O Programa de Apicultura e Meliponicultura da Klabin iniciou recentemente a expansão das atividades para os municípios de Otacílio Costa (SC) e Angatuba (SP), duas localidades onde a empresa mantém operações florestais e industriais. Com a ampliação, o programa passa a contar com 49 apicultores e 78 apiários, e até o final desse ano, serão incorporados outros 24 parceiros dos dois novos municípios, e alcançará mais de 100 apiários, espalhados por florestas de 12 municípios dos estados do Paraná, São Paulo e Santa Catarina.

Há 80 milhões de anos as abelhas desempenham a crucial tarefa de polinizar as plantas e são consideradas os animais de maior eficiência no transporte de pólen de uma flor para a outra, a exemplo das melíponas – abelhas nativas do Brasil responsáveis por 40% a 90% da polinização de nossas florestas nativas. Devido às alterações ambientais provocadas por ações antropogênicas, as abelhas, de modo geral, correm risco de serem extintas e, sem a presença destas, cessaria o mel e mais de 80% dos alimentos consumidos pela humanidade.

Para impulsionar o programa e mostrar sua relevância para a preservação do meio ambiente, anualmente a Klabin promove treinamentos para os apicultores parceiros, que incluem aulas práticas e teóricas focadas na melhoria da produtividade e qualidade do mel. “Os cursos abordam técnicas de manejo adequado dos apiários e proporcionam níveis superiores de qualidade e produtividade, o que garante um aumento de renda aos apicultores”, explica Luiz Vicente Miranda, coordenador do Programa de Apicultura e Meliponicultura da Klabin. No último curso, realizado no ano passado no Apiário Escola, instalado na Unidade Monte Alegre, em Telêmaco Borba (PR), os apicultores acompanharam desde o desenvolvimento das larvas até o nascimento das abelhas e avaliaram a postura das rainhas produzidas.

Iniciado em 2005, o Programa de Apicultura e Meliponicultura da Klabin é desenvolvido em parceria com Associações de Apicultores dos municípios participantes e tem como objetivo aproveitar o potencial das florestas para produtos não madeireiros, impulsionando o desenvolvimento de cadeias produtivas que trazem benefícios ao meio ambiente e às comunidades no entorno das operações da companhia. “A apicultura racional é apontada como uma das principais alternativas de pequenos e médios produtores, porque é uma excelente fonte de alimentos, possibilita rápido aumento da renda familiar, melhora a produtividade das culturas e apresenta grande potencial de integração com atividades florestais”, ressalta Miranda.

O programa encerrou o ano de 2017 com produção recorde de 40 toneladas de mel, das quais quase a metade foram produzidas pelos 13 parceiros instalados em Ortigueira (PR). A expectativa para 2018 é um aumento de 8% na produção de mel em todos os municípios. Desde seu início, o programa produziu e comercializou aproximadamente 143 toneladas de mel.

Sobre a Klabin

A Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, única companhia do país a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff, e líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. Fundada em 1899, possui 17 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina.

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. A Klabin integra, desde 2014, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da B3. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

Saiba mais: www.klabin.com.br

Assessoria de Imprensa – Klabin

In Press Porter Novelli

Alcione Cavalcante – (11) 3046-7714 – alcione.cavalcante@inpresspni.com.br

Claudia Bogossian – (11) 3330-3834 – claudia.bogossian@inpresspni.com.br

Vinicius Ribeiro – (11) 3323-1629 – vinicius.ribeiro@inpresspni.com.br

Arlete Oliveira – (11) 3323-1562 – arlete.oliveira@inpresspni.com.br

Assessoria de Imprensa

Contato da Imprensa Klabin S.A.

Juliana Onofri | +55 (11) 4871-1466 - juliana.onofri@inpresspni.com.br
Alessandro Abate | +55 (11) 3323-3829 - alessandro.abate@inpresspni.com.br
Alcione Cavalcante | +55 (11) 4871-1473 - alcione.cavalcante@inpresspni.com.br
Giovana Battiferro | +55 (11) 3330-3806 - giovana.battiferro@inpresspni.com.br

Facebook

Agora é a hora de conhecer a Casa Museu Eva Klabin, onde estão muitas obras selecionadas pela colecionadora ao longo de anos, em viagens feitas pelos mais diversos países. Uma verdadeira relíquia! 😍

Assim como Ema e seu museu, Eva Klabin morou nesse espaço durante 30 anos. A sua casa foi uma das primeiras na Lagoa Rodrigo de Freitas e hoje guarda obras que vão desde o Egito Antigo até o Impressionismo. A ideia de abrir a Fundação ao público veio da própria Eva e foi colocada em prática em 1995. Ela queria deixar seu legado para a cidade do Rio de Janeiro, oferecendo uma atividade cultural de qualidade. Aí na foto, você pode ver o Bodoir, um pequeno escritório ligado ao quarto de dormir, cheio de obras de várias partes do mundo! 🌎

Para conhecer o acervo de pertinho, é só ir até a Avenida Epitácio Pessoa, número 2.480, Lagoa, no Rio de Janeiro - RJ. A Casa Museu funciona de terça a domingo, das 14 às 18h, com ingressos gratuitos nos fins de semana e feriados. 🎫


#PraCegoVer card com fotografia do Bodoir na Casa Museu Eva Klabin, destacando as obras renascentistas. Acima à esquerda, está a frase Casa Museu Eva Klabin.
... Ver MaisVer mais

1 dia atrás  ·  

Visualizar no Facebook

Youtube