Klabinna Mídia

|
16 de abril de 2019

Klabin vai investir R$9,1 bi no projeto Puma II até 2023

SÃO PAULO (Reuters) – A fabricante de papel e celulose Klabin (KLBN4.SA) anunciou nesta terça-feira que aprovou a expansão de capacidade no segmento de papéis para embalagem, o projeto Puma II, que vai consumir investimentos de 9,1 bilhões de reais até 2023.

Puma II, resultado de um estudo para expansão orgânica da empresa, abrange a construção de duas máquinas de papel, com produção de celulose na unidade na cidade de Ortigueira (PR).

O anúncio acontece cerca de três meses após a conclusão da fusão entre duas rivais da Klabin, pela qual a Suzano (SUZB3.SA) incorporou a Fibria, criando a maior produtora de celulose de eucalipto do mundo.

Segundo a Klabin, a capacidade total das máquinas de Puma II será de 920 mil toneladas anuais de papéis Kraftliner. Na Unidade Puma, a Klabin já produz celulose branqueada (fibra curta, fibra longa e fluff), com capacidade anual de 1,6 milhão de toneladas.

O Puma II será dividido em duas etapas. A primeira envolve a construção de uma linha de fibras para produzir celulose não branqueada integrada a uma máquina de papel Kraftliner e Kraftliner Branco, que serão comercializados sob a marca Eukaliner, com capacidade de 450 mil toneladas anuais.

A segunda etapa do projeto contempla a construção de uma linha de fibras complementar integrada a uma máquina de papel Kraftliner com capacidade de 470 mil toneladas anuais e expansão de algumas estruturas de apoio.

O cronograma prevê que as obras de cada etapa durem 24 meses, sendo que o início da construção da segunda etapa será logo após o término da primeira. O início da primeira máquina está programado para o segundo trimestre de 2021, e o da segunda, para o segundo trimestre de 2023.

Cerca de dois terços dos desembolsos ocorrerão entre 2019 e 2021. O projeto será financiado com caixa próprio da companhia, podendo ser complementado com financiamentos.

Segundo a Klabin, Puma II pode criar até 9 mil empregos.

No fato relevante, a Klabin argumentou que o mercado mundial de embalagens teve forte crescimento nas últimas décadas, principalmente em países emergentes, impactando a demanda.

“O consumo global de papel para embalagens, que era de cerca de 60 milhões de toneladas em 1990, hoje é da ordem de 170 milhões de toneladas, conforme apuração da consultoria Pöyry. A mesma consultoria estima crescimento global no mercado de papéis para embalagens até 2025 de 2,4 por cento ao ano”, diz trecho do documento.

Por Aluísio Alves

Assessoria de Imprensa

Contato da Imprensa Klabin S.A.

Juliana Onofri | +55 (11) 4871-1466 - juliana.onofri@inpresspni.com.br
Alessandro Abate | +55 (11) 3323-3829 - alessandro.abate@inpresspni.com.br
Alcione Cavalcante | +55 (11) 4871-1473 - alcione.cavalcante@inpresspni.com.br
Giovana Battiferro | +55 (11) 3330-3806 - giovana.battiferro@inpresspni.com.br

Facebook

Sabia que somos pioneiros no desenvolvimento e produção de bandejas para transporte, armazenamento e exposição de frutas no Brasil? 😱 Transporte de alimento é coisa séria, por isso, aqui na Klabin, vamos muito além da embalagem. Pois é! Nossa nova linha de embalagens para transporte de frutas, além de lindas 😍, são produzidas com material feito a partir de fibras limpas e sem nenhum contaminante, o que garante a proteção dos alimentos. Além disso, elas são biodegradáveis e totalmente recicláveis, reforçando nosso compromisso com o meio ambiente. 🌳 Estamos sempre pensando em unir praticidade e sustentabilidade para que os alimentos cheguem com qualidade até a sua casa. 😉💚🏠 #MuitoAlémDaEmbalagem #EmbalagensdoFuturo #FuturoRenovável

#PraCegoVer: imagem de caixas com frutas em primeiro plano e ao fundo uma ilustração simulando uma paisagem com natureza. Nela há uma cena com duas pessoas. Uma está com a outra nos ombros tentando alcançar uma maçã e ao fundo outra pessoa andando de bicicleta.
... Ver MaisVer mais

16 horas atrás  ·  

Visualizar no Facebook

Youtube